A mamãe sapo

 

Em uma  lagoa distante da cidade

Vivia a mamãe sapo e seus sapinhos,

Sua casinha era feita de felicidade

E o telhado era feito de carinhos

 

A mamãe sapo vivia alegre a cantar,

Até para ralhar e chamar a atenção

Dos sapinhos que  não paravam de pular,

Ela cantava uma linda canção

 

E todos bem depressa ficavam quietinhos

Para ouvir e decorar a letra da lição,

Que sempre ensinava novos caminhos

E os segredos do maior cofre da ilusão,

 

Cantando que existia em um lugar secreto

Um cofre encantado que tudo guardava,

A mamãe sapo dizia estar longe e perto

De todos nós, mas, o segredo não contava

 

E todos ficavam tentando o segredo descobrir,

Um dia a mamãe sapo cantou toda contente

Da beleza do sol, da lua e do céu por existir

Tanta paz em sua casinha, toda sorridente

 

Chamou para junto de si todos os sapinhos

E revelou o segredo do cofre encantado,

Disse que na vida existem muitos caminhos

E que precisamos conhecer cada lado,

 

Precisamos conhecer o certo e o errado

Para quando ficarmos entre o sim e o não,

Sabermos que o caminho mais indicado

Está bem guardado no cofre que é o coração.

 

 Ramoore

 

Voltar

 

 CANTINHO DA RITINHA