O Elefantinho e a Corda Bamba. ( capítulo 1 )


Certo dia estava Dona Elefantina toda atarefada,
Limpava toda a casa para deixar bem arrumada,
Pois iria receber a visita de uma famosa cigana
Que lia a sorte em troca de um cacho de bananas

O Sr.Elefantão disse que tudo isto era pura invenção
Não existiam ciganas e era tudo fruto da imaginação
Imaginem alguém saber do futuro em troca de nada,
Um cacho de bananas ele comia de uma só bocada!

Dona Elefantina ficou aborrecida e sem pedir licença
Continuou a tirar o pó do tapete, cheia de esperança
Não via a hora da cigana chegar, começou a cantar,
O Sr. Elefantão disse que o melhor era ir trabalhar

E logo se apressou para ir garantir o sustendo da casa,
Sabia que logo a família iria ter mais um lugar na mesa
Dona Elefantina estava esperando o primeiro filhinho
Que logo seria o dono e o herdeiro de todo o carinho

Enquanto o Sr. Elefantão foi trabalhar na pedreira
Onde carregava pedras, subindo e descendo a ladeira
A Dona Elefantina terminava a faxina de tirar o pó
Com sua longa tromba tudo limpava de uma vez só

Quando terminou, a casa estava um brinco de limpeza
E a Dona Elefantina, suspirando foi tratar da beleza
Depois de tanto pó tirar, iria tomar banho de chuveiro
E com bastante água em sua tromba, lavou o corpo inteiro

E enquanto esperava a hora da cigana, resolveu tricotar
E com muito jeitinho lindos sapatinhos, foi fazendo par;
Se for um elefantinho, o sapatinho azul vai ser o preferido
Se for uma elefantinha, o sapatinho rosa será o escolhido

E tricotando e fazendo versinhos, pensava no futuro ninar
E em meio aos sonhos do nenê, ouviu a campainha tocar
Era a Cigana Dona Macaquita chegando na hora marcada
Dona Elefantina levantou rápido e foi receber, toda educada

Dona Macaquita ficou impressionada com tanta delicadeza
E cheia de mistérios, disse do prazer de ver tanta realeza
Dona Elefantina ficou encantada e logo foram conversar
Sobre o que a sorte tirada do baralho iria do futuro mostrar...

Depois de muito conversar e adivinhações adivinhar
A cigana Dona Macaquita falou tudo que tinha a falar
Disse que o marido de Dona Elefantina ia ser promovido,
Um cargo muito importante na pedreira seria prometido

Dona Elefantina ficou toda contente com as adivinhações
E com a sorte tirada no baralho ficou cheia de emoções,
Só não gostou quando a Dona Macaquita falou do nenê
Que iria nascer, ela disse que o futuro não poderia prever

Mas, que não precisavam ter preocupações com o herdeiro
Ele seria grande e forte como o pai e ia ganhar muito dinheiro
Só que não conseguia ver o que o elefantinho seria ao crescer,
Via muita gente gritando, batendo palmas e rindo a valer...

 

Bem meus amiguinhos, a nossa estórinha

foi dividida em três capítulos

para ler, escutar e acompanhar

CLIQUE AQUI